Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

As Múmias do Faraó

Les Aventures Extraordinaires d'Adèle Blanc-Sec *
(2010) 107 min (10 min)



França - 4 de novembro de 1911, Paris, uma hora da manhã. 'As ruas estavam vazias e fazia frio. Contudo, a 953 metros da Rue de Rivoli, a vida fervilhava.' Clientes vibravam num cabaré com a apresentação de Nicole Gamert e outras dançarinas de can-can. Ali perto, na casa do professor Marie-Joseph Esperandieu, o especialista em Egito Antigo faz experiências sobre vida após a morte. Ao mesmo tempo, do outro lado do rio Sena, numa vitrine do 1º andar do Museu de História Natural, um ovo de 136 milhões de anos se quebra, libertando um pterodátilo que sobrevoa a cidade e aterroriza os parisienses.

A milhares de quilômetros, a destemida escritora Adèle Blanc-Sec procura a múmia de Patmosis, professor de medicina que ela julga ser o médico pessoal do faraó Ramsés II. A bela jornalista acredita que essa descoberta causará a recuperação de Agatha, sua irmã gêmea que está em coma desde um lamentável acidente. Mulher independente, ágil, cheia de iniciativa, Adèle é uma heroína cativante, nascida das histórias em quadrinho de Jacques Tardi.

As múmias do título são muito bem-feitas, cheias de estilo, mas um mero detalhe no filme de Luc Besson. Passeando por Paris, admiram a beleza da Cidade-Luz e a arte dos franceses, arriscando um divertido palpite arquitetônico. Mas é Adèle o centro e a alma desta aventura feminista que pode divertir toda a família. De acordo com o IMDB, a produção agradou especialmente os adolescentes e as mulheres de mais de 45 anos. As gravações foram feitas em estúdio, no Cairo e em Paris.

Deixando rolar um poucos os créditos finais, vê-se uma cena extra que explica o destino de um dos personagens masculinos. Apreciaria uma sequência das aventuras de Adèle Blanc-Sec! Gostei do humor e da reconstituição da cidade anterior à 1ª Grande Guerra. O site Omelete traz uma boa análise do filme, feita por Érico Borgo.



Diretor:
Luc Besson
Roteiro: Luc Besson, baseado nas histórias em quadrinho de Jacques Tardi
Música: Eric Serra
Fotografia: Thierry Arbogast
Elenco: Louise Bourgoin, Mathieu Amalric, Gilles Lellouche, Jean-Paul Rouve, Jacky Nercessian, Philippe Nahon, Nicolas Giraud, Laure de Clermont-Tonnerre, Eric Naggar
Distribuidora: Imagem Filmes
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner