Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

terça-feira, 2 de junho de 2015

Timbuktu

Timbuktu * * *
(2014) 97 min (14 anos)

Mali - Uma gazela corre pelas dunas do Sahara, tentando escapar das balas de um grupo de guerrilheiros que a perseguem num jipe. Os jovens jihadistas tentam matar o animal que simboliza a graça, a liberdade e a beleza. Desde que o Estado Islâmico dominou a cidade de Timbuktu, a população de diferentes etnias encontra-se submetida a uma interpretação severa da sharia. Através desse conjunto de leis, as mulheres são obrigadas a usar luvas e meias, ficam abolidos o cigarro, a musica e os jogos de bola. O único toque de modernidade permitido nesse recanto do deserto é o som do celular.

Próximo à cidade de Timbuktu, o tuaregue Kidane vive numa tenda nas fronteiras do deserto, com a mulher Satima, a filha Toya e Issan, o pastor de 12 anos que cuida do pequeno rebanho da família. Cada vez que o marido se ausenta, o jihadista Abdelkerim vem importunar a bela Satima. Mas, na cidade, os guerrilheiros vigiam os moradores dia e noite, aplicando diversas punições aos infratores da sharia, que vão da advertência ao apedrejamento. Depois de uma briga com um pescador, Kidane é preso e aguarda seu castigo.

"Timbuktu" é um filme suave, apesar do tema, interpretado com naturalidade por todo elenco, e enfeitado pela extrema beleza da trilha sonora e fotografia. A música, cantada pela personagem da atriz Fatoumata Diawara, é comovente de tão linda, assim como a cena de um jogo de futebol entre um grupo de meninos, jogado na areia, sem bola. 

Os jihadistas não são apresentados como monstros, mas humanizados por um olhar, uma conversa franca ou pela ajuda a um prisioneiro. Contudo são os mesmos que destroem pessoas e obras de arte, patrimônios históricos da humanidade. Não se tenta sequer uma explicação para o motivo das adesões a uma ideologia tão contrária aos desejos humanos e à intenção divina. 

Se Deus criou um mundo onde os pássaros cantam, o vento murmura e faz dançar as folhas, se nosso coração bate em ritmo de percussão, por que haveria Alá de se ofender com os cantos e danças das gentes? 

Curiosidades:

* Em 20 de fevereiro de 2015, Timbuktu tornou-se o primeiro filme gravado na Mauritânia, por um diretor local, a ganhar 7 prêmios Césars: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro original, Melhor Edição, Melhor Fotografia, Melhor Música e Melhor Som. É o filme africano mais premiado até agora.

* O filme examina a breve ocupação de Timbuktu pelo grupo Ansar Dine (Defensores da Fé), em março de 2012. Partes do filme foram influenciadas pelo apedrejamento público de um casal não casado, na comunidade rural de Aguelhok.

* Os personagens falam em Tuareg, Bambara, Árabe, Francês, e, por vezes, em Inglês.

Diretor: Abderrahmane Sissako
Roteiro: Abderrahmane Sissako, Kessen Tall
Musica: Amine Bouhafa
Fotografia: Sofian El Fani
Design de Produção: Sebastian Birchler
Elenco: Ibrahim Ahmed, Toulou Kiki, Layla Walet Mohamed, Mehdi A. G. Mohamed, Abel Jafri, Adel Mahmoud Cherif, Fatoumata Diawara, Salem Dendou
Distribuidora: Imovision

*** excelente
** ótimo
* bom

Sem Asterisco - interessante
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner