Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

A Grande Ilusão

The Truth about Emanuel
(2013) 95 min (14 anos)

EUA - Emanuel tem 17 anos e uma silhueta esbelta; é arredia, dona de longos cabelos escuros e olhos indecisos entre o azul e o verde. A jovem sente-se como uma usurpadora, "uma assassina sem intenção de matar", pois sua mãe morreu ao dar-lhe a luz. Poderia ser feliz ao lado do pai Dennis e de Janice, uma madrasta que anseia pela chance de exercer sua maternidade - mas a adolescente prefere isolar-se. Após terminar o ensino médio, desistiu de estudar e empregou-se na farmácia local, onde trabalha ao lado do tímido Arthur.

Emanuel olhava pela janela do quarto, quando chegou o caminhão de mudança na casa ao lado - foi assim que observou a nova moradora com um bebê ao colo. Logo que surgiu a oportunidade, a curiosa jovem ofereceu-se como baby-sitter. Talvez porque a vizinha Linda tivesse o mesmo biotipo da mãe de Emanuel. Aos poucos, forma-se um vínculo de afeto entre as duas. Passados alguns dias, a adolescente descobre que a bebê Chloë não passa de uma boneca articulada. Após o choque inicial, ela mantem a farsa, procurando proteger a frágil fantasia de Linda de outros olhos curiosos.

"A Grande Ilusão" é um filme sobre a dor. A dor de perder um filho, a dor de não poder ter filhos, a preocupação inevitável de quem tem filhos, assim como a tristeza de ser filho sem ter conhecido os pais. Mas é também uma historia sobre a doçura de poder amar alguém sem vínculos biológicos, como se fosse o pai ou o filho mais próximo e querido. Um filme sensível, interpretado por um ótimo elenco, que vale uma conferida. Há apenas um breve diálogo sobre o comportamento de Emanuel, entre a madrasta Janice e a vizinha Linda, que destoa um pouco do contexto da história. Pensei que poderia referir-se à própria opção sexual da diretora do filme, que é homossexual.

Diretora: Francesca Gregorini
Roteiro: Francesca Gregorini, baseado em história de Sarah Thorp e Francesca Gregorini
Musica: Nathan Larson
Fotografia: Polly Morgan
Designer de Produção: Anne Costa
Diretor de Arte: Brittany Bradford
Elenco: Kaya Scodelario, Jessica Biel, Alfred Molina, Frances O'Connor, Jimmi Simpson, Aneurin Barnard
Distribuidora: California Filmes

*** excelente
** ótimo
* bom

Sem Asterisco - interessante
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner