Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

E Se Vivêssemos Todos Juntos?

Et Si On Vivait Tous Ensemble? * *
(2011) 96 min (14 anos - cenas de nudez, insinuação de relação sexual e diálogos sobre sexualidade)

França - Amigos há mais de 40 anos, Annie, Jean, Claude, Albert e Jeanne começam a sentir o peso da idade. O filho do fotógrafo mulherengo Claude quer colocá-lo numa casa de repouso, desde que os médicos descobriram problemas em seu coração. Jean sempre foi um ativista político e agora sente-se ainda mais revoltado pois a polícia não parece levá-lo a sério. Albert  cola os rótulos dos vinhos que bebe e registra os acontecimentos importantes num caderno, temendo esquecê-los no momento seguinte. Sua memória recente está bastante prejudicada. 

As duas mulheres parecem em melhor forma, mas também têm seus problemas. A americana Jeanne está com câncer e a psicóloga Annie sente muito a falta dos netos. Contudo, quando estão juntos, os cinco esquecem as tristezas e passam momentos alegres. Por que não prolongar essa felicidade?

Os problemas do grupo de amigos são por demais familiares a todos os que envelhecemos e vemos envelhecer nossos pais. Os esquecimentos de Albert representam o grande temor da geração dos baby boomers (nascidos entre 1946 e 1964). Quem não tem medo da doença descoberta pelo psiquiatra alemão Alois Alzheimer? Albert não gosta de alemães, já que seu pai foi morto pelos nazistas. Pois, no filme "E Se Vivêssemos Todos Juntos?", quem se apresenta para auxiliar os idosos é o alemão Dirk, um estudante de antropologia. O projeto inicial era apenas levar a passear o cachorro de Albert, mas Dirk logo se envolve, ou é envolvido por Jeanne, no dia-a-dia dos cinco amigos. Numa consequência natural, eles viram sua tese de mestrado. Não há nada melhor do que a mistura de gerações e as trocas de experiências que daí decorrem.

Diretor: Stéphane Robelin
Roteiro: Stéphane Robelin
Musica: Jean-Philippe Verdin
Fotografia: Dominique Colin
Elenco: Guy Bedos (Jean), Geraldine Chaplin (Annie), Jane Fonda (Jeanne), Pierre Richard (Albert), Claude Rich (Claude), Daniel Brühl (Dirk), Bernard Malaka (Bernard), Camino Texeira (Maria), Gwendoline Hamon (Sabine), Shemss Audat (Soraya)
Distribuidora: Imovision

*** excelente
** ótimo
* bom
Sem Asterisco - interessante


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner