Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Hercules

Hercules
(2014) 98 min (12 anos)

Aprendi a amar a Mitologia Grega com Monteiro Lobato. Junto com "Reinações de Narizinho", meu outro livro favorito do escritor paulista era "Os Doze Trabalhos de Hércules". Ou Héracles, para os gregos, filho da mortal Alcmena e de Zeus, o deus que reinava no Olimpo, marido da deusa Hera. Enciumada com a infidelidade do esposo, Hera perseguiu o herói desde o berço, quando enviou duas víboras para matá-lo. Mas Hércules não era um bebê qualquer e sufocou as serpentes com as próprias mãos. Essa e outras histórias eram contadas por Iolaus, de Atenas, para convencer os ouvintes de que o guerreiro era um semi-deus invencível. 

De acordo com outra versão, Hércules comandava uma equipe de mercenários com talentos múltiplos: Além de Iolaus, seu sobrinho contador de histórias, faziam parte do grupo o profeta Amphiaraus de Argos, Autolycus de Esparta, o hábil atirador de facas, Tydeus, o feroz guerreiro de Tebas, e a amazona Atalanta, da Scythia, exímia lançadora de flechas no coração dos inimigos.

O grupo de mercenários ainda precisa de mais um trabalho antes de se aposentar. Quando estão sentados à mesa, numa taverna, são contratados por Ergenia, filha do rei da Trácia. Depois que lhe é oferecido seu peso em ouro, o herói aceita treinar as forças da Trácia para combater Rhesus e seu exército de centauros.

Na minha lembrança, a versão de Monteiro Lobato mostrava Hércules como um homem simples, dotado de força extraordinária, que foi conquistado pela turminha do Sítio do Pica-Pau Amarelo, e um tanto dominado pela esperteza da Emília. Me agradaram os primeiros minutos de filme de Brett Ratner, pareciam combinar com minha visão do herói cujas únicas armas eram a clava e a força de suas mãos. Me impressionou sobretudo o encontro com o fantástico Leão de Neméia. 

Mas, algumas piadinhas iniciais, bem ao estilo do cinema americano, me desligaram da história. Meu herói é grego! E devolvi o filme sem terminar de ver. Passadas algumas semanas, meu irmão Felippe falou do filme com entusiasmo. Voltei à locadora e me obriguei a passar da cena em que o herói faz piada ao salvar o sobrinho dos piratas que invadiram a Macedônia. Não me arrependi. Considerando que o filme nasceu de uma história em quadrinhos, fiquei mais tolerante. Se você gosta de aventura, recomendo que faça o mesmo. Dwayne Johnson superou fortes obstáculos para fazer esse filme e, como escreve o gaúcho Thomas Rodrigues Boeira (Brazilian Movie Guy), ele tem a imponência e o carisma necessários. E a fotografia de Dante Spinotti é linda demais.

Curiosidades:
blahcultural
* Dwayne Johnson foi jogador de futebol americano e lutador da WWE, onde era conhecido como "A Rocha". Pouco antes de começarem as filmagens de "Hércules", Dwayne rompeu dois tendões da bacia numa luta. Doía muito. Para reconectá-los, seria necessária uma cirurgia e depois mais um ano de recuperação. Nessa altura a equipe técnica já estava há alguns meses preparando o cenário em Budapeste. Johnson optou por fazer fisioterapia e começar as filmagens. Mas os tendões rompidos enfraqueceram a parede abdominal e, duas semanas antes das gravações, ele precisou operar 3 hérnias. Adiaram-se os trabalhos por mais duas semanas. (extras do DVD)

* No clímax do filme, há uma cena em que Hércules está preso e arrebenta as correntes apenas com a própria força dos pulsos. Para conferir realismo ao momento, Dwayne Johnson pediu que as correntes fossem de verdade. Assim foi feito, com a sequência sendo gravada oito vezes. "A Rocha" desmaiou em todas as oito. (Adorocinema)

Diretor: Brett Ratner
emertainmentmonthly
Roteiro: Ryan J. Condal e Evan Spiliotopoulos, baseado em Hercules: The Thracian Wars, de Steve Moore
Musica: Johannes Vogel, Fernando Velazquez
Fotografia: Dante Spinotti (O Dragão Vermelho, O Informante, Los Angeles - Cidade Proibida, Nell)
Design de Produção: Jean Vincent Puzos
Diretores de Arte: Robert Cowper, Jason Knox-Johnston, Tom Still, Bence Erdelyi
Elenco: Dwayne Johnson, Ian McShane, John Hurt, Rufus Sewell, Aksel Hennie, Ingrid Bolsø Berdal, Reece Ritchie, Joseph Fiennes, Tobias Santelmann, Peter Mullan, Rebecca Ferguson, Isaac Andrews
Distribuidora: Paramount e MGM

*** excelente
** ótimo
* bom

Sem Asterisco - interessante
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner