Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Um Paraiso Havaiano

Hula Gâru
Hula Girls
(2006) 108 min (12 anos)



É tarde demais para mim, mas aquelas garotas talvez consigam criar um mundo onde se pode trabalhar e sorrir.

Japão, Iwaki, 1965 - Antes considerado "diamante negro", o carvão vai sendo substituído pelo petróleo. Os trabalhadores da pequena Iwaki são avisados do fechamento iminente da mina. Para diminuir o impacto econômico na cidade, a Joban Coan Mining Company resolve construir um Centro Havaiano. Sob protesto dos moradores, é colocado um anuncio convidando moças que desejem aprender "Hula", dança típica do Havaí. O encarregado Yoshimoto convida a senhorita Madoka Hirayama para dar aulas às interessadas. A jovem Sanae convence sua amiga Kimiko e as duas são as primeiras alunas a se apresentar. Posteriormente, outras se inscrevem.

Chama a atenção o excesso de lágrimas nos desenhos animados japoneses , assim como os sorrisos eternos no rosto de gueixas e outros personagens do cinema nipônico. Em "Um Paraíso Havaiano" a professora ensina que verdadeiros profissionais sorriem, escondendo suas lágrimas.

Como não é meu caso, me esbugalhei de chorar em algumas cenas, especialmente por saber que se trata de uma história real. Mas o filme é otimista e tem mensagem positiva, não se assuste. A última cena é uma exibição contagiante na inauguração do Centro Havaiano. A mina foi fechada definitivamente em 1976. A senhora Hirayama, hoje com mais de 70 anos , já ensinou 318 dançarinas. As artistas, que se apresentaram no filme com tanta feminilidade, graça e ritmo, treinaram durante 3 meses, pois nenhuma tinha experiência prévia em Hula ou outra dança. Incrível!

Curiosidade:
"O Parque Havaiano Joban foi inaugurado em 15 de janeiro de 1966. Esperava-se um público de 1000 pessoas durante a semana e umas 3000 nos fins-de-semana e dias de festa. A realidade é que o empreendimento se converteu num sucesso que atraiu 1 milhão e 500 mil pessoas no ano. (...) Em 1990, trocou o nome para 'Spa Resort Hawaiians' e continua evoluindo, embora se mantenha como manancial termal integrado na estrutura social da região. " ( Decine21)

Diretor: Lee Sang-Il
Roteiro: Habara Daisuke & Lee Sang-Il
Música: Jake Shimabukiro
Fotografia: Yamamoto Hideo
Elenco: Matsuyuki Yasuko, Toyokawa Etsushi, Aoi Yu, Yamazki Shizuyo, Ikezu Shoko, Tokunaga Eri
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner