Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

terça-feira, 12 de junho de 2012

A Fonte das Mulheres

La Source des Femmes *
(2011) 125 min (14 anos)

wikipedia
Numa pequena aldeia, situada entre o norte da África e o Oriente Médio, as mulheres precisam subir um caminho íngreme e pedregoso para chegar à fonte. Elas executam essa tarefa sob o sol escaldante há séculos. Voltam carregando dois baldes cheios de água e, não raro, escorregam. Várias perderam seus bebês desta maneira. Além de fazer todo o trabalho doméstico, as mulheres ainda dançam para entreter os turistas. Já o dinheiro arrecadado fica com os homens. Os maridos desempregados passam os dias conversando e bebendo chá no bar, e todos consideram isso natural. Um dia a esposa do professor da escola local tem uma ideia diferente: a jovem Leila propõe às outras mulheres fazer uma greve de sexo até que os homens se mexam para levar água para a aldeia.

É difícil convencer as próprias mulheres, muitas delas analfabetas e temerosas de apanhar dos maridos ao se recusarem a eles. Os homens se zangam, protestam, consultam o imane, mas as aliadas de Leila são cada vez mais numerosas.  Seu maior apoio vem do marido professor e da engraçada "Velho Fuzil", uma viúva decidida que não tem papas na língua. Numa última tentativa de resolver o impasse, os homens ameaçam repudiar as esposas e trazer outras mulheres para substituí-las. Mas as guerreiras valentes da aldeia ainda têm umas cartas na manga.

A Fonte das Mulheres inspirou-se parcialmente em Lisístrata, peça de Aristófanes de 411 a.C. As mulheres da comédia grega fizeram greve de sexo para terminar a Guerra do Peloponeso. O filme de Radu Mihaileanu não chega a ser tão engraçado, mas mostra a importância de buscar a correta interpretação da essência do Corão, afastando o islamismo fundamentalista que rouba a liberdade das mulheres e impede os homens de pensar. As cenas mais divertidas reproduzem a alegria das brincadeiras, danças e cantorias das mulheres, que provocam os homens da aldeia, deixando-os completamente sem graça.

Diretor: Radu Mihaileanu (O Concerto)
Roteiro: Alain-Michel Blanc, Radu Mihaileanu
Musica: Armand Amar
Fotografia: Glynn Speeckaert
Elenco: Leila Bekhti, Hafsia Herzi, Biyouna, Hiam Abbass (O Visitante, Lemon Tree), Saleh Bakri, Sabrina Ouazani, Mohamed Majd
Distribuidora: Paris Filmes
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner