Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

domingo, 17 de junho de 2012

A Invenção de Hugo Cabret

Hugo * *
(2011) 126 min (Livre)

França, 1931 - No centro da praça Charles De Gaulle, eleva-se o Arco do Triunfo, um dos mais importantes monumentos da capital francesa. Raios de sol iluminam o horizonte, flocos de neve caem sobre a torre Eiffel e pelas ruas de Paris. De dentro do mostrador do grande relógio da Gare du Nord, Hugo Cabret observa o movimento dos passageiros dos trens, dos lojistas e frequentadores habituais da estação. Mesmo protegido pela distância, o menino assusta-se ao avistar o Inspetor e seu doberman Maximilian. 

O garoto de 12 anos aprendeu a se virar sozinho, desde que o pai morreu num acidente e ele precisou morar com o tio Claude, encarregado da manutenção dos relógios da Gare du Nord. Claude Cabret fica mais bêbado do que sóbrio e um dia desaparece sem qualquer aviso. Furtando comida e pequenas engrenagens, Hugo vai vivendo e reparando os relógios da estação, para que não sintam falta do tio. Faz um bom tempo desde quando costumava se divertir na companhia do pai, frequentando sessões de cinema, essa maravilhosa invenção dos irmãos Lumière. Os fantásticos filmes de Georges Méliès eram os seus favoritos, especialmente Viagem à Lua. Agora, nas horas vagas, Hugo tenta consertar o autômato que herdou do pai e que, ele imagina, depois de pronto lhe escreverá uma mensagem. Mas Georges, o estressado lojista que vende balas e brinquedos, cansado dos pequenos furtos de Hugo, fica com o caderno de notas que o menino usava para consertar o robô. O pequeno relojoeiro fará qualquer coisa para recuperar seu caderno.

A Invenção de Hugo Cabret é interessante para todos os que amamos o cinema - pela homenagem aos responsáveis pelo seu nascimento, pelas cenas dos filmes mudos, pelos momentos de humor, pela impecável escolha de elenco e apurada produção. Também gostei de ver o eterno Drácula, Christopher Lee, como o simpático livreiro que empresta livros para as criancinhas. Apesar de um tantinho longo, pode ser um programa agradável para a família. Na vida real, o diretor Martin Scorsese está envolvido num projeto de preservar os filmes antigos para as futuras gerações. (The Film Foundation) Cada dólar restaura um quadro (1 frame, 1 dollar). Quem doar US$ 100 ou mais ganha um presente especial.

Curiosidade:
* Georges Méliès estava na platéia, em 28 de dezembro de 1895, quando os irmãos Auguste e Louis Lumière fizeram a primeira projeção do cinematógrafo. Um ano mais tarde Méliès já estava projetando as próprias criações. Ele filmou mais de 500 curtas.

Diretor: Martin Scorsese
Roteiro: John Logan, baseado no livro de Brian Selznick, que faz uma ponta no filme como um estudante faminto
Musica: Howard Shore
Fotografia: Robert Richardson (Comer, Rezar, Amar, Ilha do Medo, Bastardos Inglórios, Kill Bill 1 e 2)
Elenco: Ben Kingsley, Sacha Baron Cohen, Asa Butterfield, Chloë Grace Moretz, Ray Winstone, Jude Law, Emily Mortimer, Christopher Lee, Frances de la Tour, Helen McCrory
Distribuidora: Paramount
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner