Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

sábado, 8 de novembro de 2014

A Mulher do Padeiro

La Femme du Boulanger *
(1938) 130 min (14 anos)

França - Numa pequena vila da Provence, os habitantes brigam por tudo e passam o ressentimento de pai para filho. Se uma árvore bloqueia os raios de sol na horta do vizinho, isso é motivo para desentendimento sério. Até o pároco discute com o professor da escola primária, por conta de uma aula sobre Joana D'Arc. Quando o padeiro da vila se suicida, seus clientes não sentem falta, pois o pão era feito sem qualquer cuidado, sob os constantes efeitos de uma ressaca. 

O novo padeiro chega à cidade com uma bela e jovem esposa, que provoca a admiração dos homens e o despeito das mulheres. Aimable Castanier é um homem de meia-idade, que trabalha com amor, inspirado pela bela Aurélie. Sua primeira fornada agrada a todos os moradores, assim como ao elegante Marquês Castan de Venelles. O nobre encomenda 30 pães, que deverão ser entregues diariamente ao pastor Dominique. Mas Aurelie se toma de paixão pelo pastor, deixa marido, pães e aldeia para trás e foge com o amante na garupa do cavalo favorito do Marquês. O aristocrata não se conforma com o duplo prejuízo. 

Desesperado, Aimable não consegue mais trabalhar e toma uma formidável bebedeira. Os aldeões, que inicialmente riram da situação, chegando a presentear o padeiro com um par de chifres, convocam o padre e o professor da cidadezinha para trazer a infiel de volta. Todas as diferenças são esquecidas e os habitantes da vila se unem para lutar pelo bom pão.

Em "A Mulher do Padeiro" os tipos são engraçados e é cativante a firme benevolência de Aimable, que compreende tudo, perdoa tudo. Calejado pela vida, basta-lhe que Aurélie esteja presente, para que a contemple e que seja sua motivação para trabalhar, o objeto de sua ternura. Raimu foi a escolha perfeita para viver o gentil padeiro, embora não fosse a primeira opção de Marcel Pagnol.

Curiosidades:
* O filme é mencionado no livro de J.D. Salinger, "O Apanhador no Campo de Centeio".

* Marcel Pagnol escreveu o papel de Aurélie para Joan Crawford, mas a atriz declinou por não falar francês. Foi Raimu (Aimable Castanier) quem sugeriu a atriz Ginette Leclerc.

* A gravação do filme foi feita na pequena vila de Castellet, no sul da França.

Diretor: Marcel Pagnol
Roteiro: Marcel Pagnol, baseado no romance "Jean le Bleu" de Jean Giono
Musica: Vincent Scotto
Fotografia: Georges Benoît
Elenco: Raimu, Ginette Leclerc, Charles Moulin, Fernand Charpin, Robert Vattier, Alida Rouffe, Robert Bassac, Maximilienne, Marcel Maupi
Distribuidora: Cult Classic

*** excelente
** ótimo
* bom

Sem Asterisco - interessante
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner