Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

O Espião que Sabia Demais

Tinker Taylor Soldier Spy * *
(2011) 127 min (14 anos)

Inglaterra, 1973 - O agente Jim Prideaux é secretamente convocado por Control, o chefe da inteligência britânica. "C", como assina o diretor do serviço secreto inglês (MI6), tem motivos para crer que haja um espião soviético entre seus veteranos.  O traidor usaria o codinome "Gerald". Difícil é acreditar que um dos 5 homens, que participam das decisões do serviço de inteligência há tanto tempo - Smiley, Alleline, Hadon, Bland e Esterhase - seja aliado do superior da espionagem russa, conhecido como Karla. Jim Prideaux viaja até a Hungria para recolher informações sobre o agente duplo.

Sentado numa pequena mesa do lado de fora de um café em Budapeste, Prideaux espera seu informante, enquanto conversa com um intermediário e observa o movimento a sua volta. O garçom que vem servi-los está visivelmente nervoso. Jim percebe que existe algo estranho na situação e quer se retirar, mas é tarde demais, ele já caiu na rede.

Como resultado da operação fracassada, Control é forçado à aposentadoria, assim como seus aliados no serviço secreto. Mas os rumores sobre a infiltração de um espião soviético chegam até o gabinete do Primeiro-Ministro. Seu representante convoca George Smiley, antigo colaborador de Control, para dar início a uma investigação secreta. Todos são suspeitos e treinados na arte da dissimulação.

Pelas virtudes do elenco, O Espião que Sabia Demais seria um filme Nota Dez. Mas um roteiro bastante embaralhado quase deu um nó nos meus neurônios. Há que se ter paciência para tolerar a frustração de não estar entendendo durante tantos minutos. As cenas se sucedem e fica a impressão de que algo nos escapou. Me senti em estado de alerta todo o tempo. Houve quem julgasse cansativo, sintam-se avisados. Dito isto é preciso valorizar as locações cuidadas, a sofisticada trilha sonora, o ótimo trabalho do diretor e a sutileza na interpretação do melancólico time de espiões. Dá vontade de rever para captar os detalhes.

Diretor: Tomas Alfredson
Roteiro: Bridget O'Connor, Peter Straughan, baseado no romance de John le Carré
Musica: Alberto Iglesias
Fotografia: Hoytr Van Hoytema
Elenco: Mark Strong, John Hurt, Gary Oldman, Toby Jones, Ciarán Hinds, Colin Firth, Kathy Burke, Tom Hardy, Benedict Cumberbatch, Simon McBurney, Stephen Graham, Svetlana Khodchenkova, John le Carré (convidado na festa de Natal)
Distribuidora: PlayArte
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner