Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Santo Antonio

Sant'Antonio di Padua
(2002) 106 min (Livre)

eoventolevou
Italia - Fernando Martins de Bulhões Taveira Azevedo nasceu em Lisboa, de família rica, no dia 15 de agosto de 1195. Seus pais queriam que se educasse e por isso foi instruído na escola da igreja local. Esperavam que se tornasse um cavaleiro que defendesse o país nas cruzadas contra os mouros, mas Fernando preferiu ordenar-se sacerdote agostiniano. Posteriormente, impressionado pelo carisma da ordem de São Francisco, pediu para tornar-se um monge franciscano, adotando o nome de Antonio. Dedicou sua vida a servir a Igreja com as palavras. Em apenas 36 anos de vida, fez trabalho missionário e foi defensor apaixonado da justiça, da solidariedade e da paz social. Suas homilías (sermões) eram muito apreciados e compreensíveis também para as pessoas de pouca instrução. É considerado o santo casamenteiro e padroeiro dos pobres. 

Assistindo Santo Antonio entendi que é possível ser religioso sem ser sacerdote. Só os sacerdotes ordenados podem celebrar a Missa e ouvir Confissão. Os monges, ou freiras, que entram para uma ordem religiosa, servem a Deus de outro modo, de acordo com as tarefas a que se dedica sua congregação. Como sacerdote, Santo Antonio foi muito útil aos franciscanos porque podia celebrar a Missa e ajudar na formação dos outros irmãos. 

O filme de Umberto Marino é simples e inclui fatos da juventude do santo que não sei se são verdadeiros, pois não vi confirmados nas poucas biografias que pesquisei. Preferia que o ator escolhido para representá-lo fosse menos bonito, mais expressivo e português como Santo Antonio, mas a produção é agradável e tem bons momentos.

Curiosidade:
* Os seus restos mortais repousam desde 1263 na Basílica de Santo Antônio de Pádua, construída em sua memória logo após a canonização. Quando sua tumba foi aberta para iniciar o processo de translado, sua língua foi encontrada incorrupta, e São Boaventura, presente no ato, disse que o milagre era prova de que sua pregação era inspirada por Deus. E incorrupta está até hoje, em exposição na Capela das Relíquias da Basílica. Foi proclamado Doutor da Igreja pelo papa Pio XII em 16 de janeiro de 1946 e é comemorado no dia 13 de junho.(Wikipedia)

Diretor: Umberto Marino
Roteiro: Alessandra Caneva, Umberto Marino, Fernando Muraca
Musica: Marco Frisina
Fotografia: Roberto Meddi
Elenco: Daniele Liotti, Enrico Brignano, José Sancho, Peppino Mazzotta, Vittoria Puccini, Francesco Stella, Glauco Onorato, Luigi Burruano
Distribuidora: Flashstar
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner