Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Adam

Adam *
(2009) 98 min (10 anos)



"Sentir-se amado é importante, mas amar é a necessidade"

EUA - Órfão de mãe aos 8 anos, Adam Raki acaba de perder o pai. Harlan, ex-combatente do Vietnã e desde então amigo de seu pai, é agora seu único apoio em Nova Iorque. Almoçam juntos, conversam sobre a vida e relacionamentos. O jovem é um brilhante engenheiro eletrônico com poucas habilidades sociais. Cria chips para brinquedos animados e nas horas vagas estuda o universo. Sabe muito sobre galáxias, estrelas e planetas e quase nada sobre os sentimentos de outros seres humanos. Adam tem síndrome de Asperger, uma variante de autismo. Ele é capaz de ver, e não perceber, que alguém precisa de ajuda para carregar um objeto pesado.

Sua vizinha Beth também é filha única e sente-se atraída pela sinceridade e candura quase infantil do rapaz. Magoada num relacionamento anterior, Beth valoriza essas qualidades. Sua voz em off faz a narração de abertura do filme, comparando Adam ao pequeno príncipe de Saint Exupery, enquanto ela mesma seria o piloto. No momento a jovem escreve um livro infantil e trabalha numa escola.

A evolução do relacionamento ajuda-os a expandir seus limites pessoais. Sentados frente a frente na sala do confortável apartamento, Adam deve imitar os gestos de Beth, uma forma de desenvolver a atenção para o outro. Juntos observam guaximins no Central Park à noite, compram roupas, treinam respostas e atitudes para uma entrevista de trabalho: É importante olhar o interlocutor nos olhos ou mirar sua testa, a professora ensina. A convivência vai enriquecendo a personalidade de ambos.

"Adam" é um filme encantador. Gostei especialmente do desempenho do inglês Hugh Dancy como Adam e de Amy Irving e Peter Gallagher como pais de Beth. A fotografia é bonita , distinguindo a cinzenta linha do horizonte de Nova Iorque das cores luminosas da California.

Diretor: MaxMayer
Roteiro: MaxMayer
Música: Christopher Lennertz
Fotografia: Seamus Tierney
Elenco: Hugh Dancy, Rose Byrne, Amy Irving, Peter Gallagher, Frankie Faison
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner