Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Vittorio De Sica - Minha Vida, Meus Amores

Vittorio D. * *
(2009) 92 min (12 anos)
Eu me tornei diretor porque sentia a necessidade de exprimir este meu pequeno mundo interior.
Permita-me chamá-lo de um 'mundo poético'. E era assim que eu escapava.

Incrível, mas essa produção de 2009 ainda aguarda 5 votos no site de cinema IMDB!  Quem conhece a obra de Vittorio De Sica  (1901-1974) precisa se apressar, alugar o filme e se manifestar, deixando sua nota na página deste documentário.  Uma nota medíocre é melhor do que a omissão!  O diretor, cantor e ator  italiano, crescido em Nápoles, formado no teatro, que levou para a tela grande tamanha sensibilidade, paixão pela vida e bom gosto, precisa ser lembrado e conhecido pelas novas gerações. 

O documentário de Mario Canale e Annarosa Morri  (Marcello, Uma Vida Doce) tem como fio condutor o proprio Vittorio, comentando sua carreira num programa da RAI (L'Autoritratto di Vittorio De Sica). No mais, são trechos dos filmes que dirigiu, ou onde atuou, e depoimentos de filhos, amigos e gente do cinema, especialmente alguns diretores famosos que admiram e se inspiraram em seu trabalho.  Na obra de Mario Canale e Annarosa Morri está registrado o nascimento do neo-realismo italiano, ou 'cinema dos pobres' (Dino de Laurentis). Como lembrou Ken Loach, pela primeira vez a classe proletária ganhava papéis de protagonista no cinema europeu.  Sua política era o socialismo de Jesus Cristo. Entre 1940 e até o ano de sua morte, De Sica dirigiu 36 filmes, entre os quais 'Ladrões de Bicicleta', 'Umberto D.', 'Matrimonio à Italiana', 'Os Girassóis da Russia' e 'O Jardim dos Finzi Contini'.

Luciano Ramos escreveu matéria com o título o 'documentário celebra o gênio e revela o homem' (Pipoca Moderna).  Uma síntese perfeita. Teria preferido que a montagem do filme fosse mais lenta, houvesse uma abertura mais tranquila, com tempo para assimilar tanta informação, mas o resultado é muito proveitoso para ser ignorado.  À luta, brava gente, avante cinéfilos, vejam, comentem e votem na página de Vittorio D.!  O trailer pode ser visto no Youtube.
De Sica, Sofia Loren, Marcello Mastroianni


Diretores: Mario Canale e Annarosa Morri
Roteiro: Mario Canale e Annarosa Morri
Musica: Allessandro Cicognini, Piero Piccioni, Armando Trovaioli
Fotografia: Mario Canale, Adalberto Gianuario, Paolo Mancini, Gerald Saldo
Montagem: Adalberto Gianuario e Cecilia Belletti
Participação: Vittorio De Sica, Emi De Sica, Manuel e Christian De Sica, Mario Monicelli, Ettore Scola, Dino de Laurentis, Mike Leigh, Woody Allen, Ken Loach, Abdellatif Kechiche, John Landis, Paul Mazursky, Tonino Guerra, Peter Bogdanovich, Shirley MacLaine, Enrico Lucherini, Clint Eastwood, Dario Fo, Leonard Maltin, Federico Fellini
Distribuidora: Serendip Filmes
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner