Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Poesia

Shi * *
Poetry
(2010) 139 min (16 anos)

Escrever poesia é encontrar beleza no cotidiano de nossas vidas.  Cada um de vocês carrega a poesia no seu coração.  
Mas ela está aprisionada e precisa se libertar.  A poesia em vocês precisa ganhar asas e voar alto.

Coréia do Sul - Numa pequena cidade da província de Gyeonggi, moram Yang Mija, uma senhora de 65 anos, e seu mimado neto Jongwook, estudante do ensino médio no colégio local.  Vestida com roupas coloridas, sempre sorridente, a idosa, que gosta de flores e fala coisas esquisistas, está preocupada com incipientes problemas de memória, em especial o esquecimento de palavras.  Depois de uma consulta médica, matricula-se nas aulas de Poesia do centro cultural.  O professor propõe que todos escrevam um poema até o final do curso.   A senhora abre os olhos para observar atentamente cada detalhe do cotidiano, seja o rio, uma árvore ou fruta.  

Mas é o que ela descobre sobre as ações do neto e seu grupo de amigos adolescentes que enche de tristeza seu coração sensível e solitário.  Yang Mija será procurada pelos pais dos outros estudantes, mais interessados em livrar os filhos das consequências de seus atos do que corrigi-los.  A avó está sozinha para resolver o problema, mas seu conforto é a busca daquela beleza escondida no cotidiano.  Enxergar a poesia no mundo é viver com mais leveza.  Luciana Mussi, do Portal do Envelhecimento, fala da ligação da personagem com as palavras e como, através da poesia, ela tenta preservá-las do esquecimento.

No ritmo das águas do rio Han flui essa história delicada do diretor coreano Chang-dong Lee.  Um roteiro caprichado, premiado no Festival de Cannes, com ótimos desempenhos, destacando a veterana Jeong-hee Yoon, convincente na expressão de todo tipo de sentimento.  "Sutil e cativante, foi escrito especialmente para Yoon Hee-jeong, atriz coreana que tem mais de 300 filmes no currículo e que há mais de 15 anos não filmava.  (...) Talvez esse não seja um filme para qualquer público, mas para uma platéia mais madura, que não tenha medo de enfrentar a vida como ela é e os aspectos existenciais da vida em geral. Apresenta a vida de forma realista, mas também abre caminho para encontrar coisas positivas dentro de condições ruins. Poesia é profundo em sua própria maneira." (Call Me Hollywood)  


Diretor: Chang-dong Lee 
Roteiro: Chang-dong Lee 
Som: Seung-cheol Lee 
Fotografia: Hyum Seok Kim
Elenco:  Jeong-hee Yoon, Nae-sang Ahn, Da-wit Lee, Hira Kim, Yong-taek Kim
Distribuidora: Imovision
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner